1.  

Quem sou eu

"Não me cabem rótulos, modas, estereótipos… Sou disforme e cheia de arestas… Sou essa mistura de coisas que fazem o ser humano tão próprio e tão mesmo.. Sou as vezes assim, um caso a parte… Algumas vezes gente, outras arte… A minha diferença é aceitar que a diferença está no gene do corpo e da alma… E que a busca da calma absoluta nos enche de nervos…. Eu quero mais, menos, tudo, nada, quero agora, não quero mais. Me deixe ser simplesmente gente que a minha alma se nutre e meu coração descansa… “A maior riqueza do homem é a sua incompletude. Nesse ponto sou abastado. Palavras que me aceitam como sou – eu não aceito. Não aguento ser apenas um sujeito que abre as portas, que puxa as válvulas, que olha o relógio, que compra pão às 6 horas da tarde, que vai lá fora, que aponta lápis, que vê a uva etc. etc. Perdoai. Mas eu preciso ser Outros. Eu penso renovar o homem usando borboletas."
Manoel de Barros .

Favoritas